BALELAS: a vontade de escrever ou simplesmente a terapia

large

Ah sei lá, tem dia que palavras não são os suficiente para falar tudo o que a gente sente. Ás vezes são tantas coisas que a gente se perde na multidão de palavras e pessoas.

Hoje eu não vou escrever um post comum. Tentei várias vezes, mas nada saiu. Então abri uma página em branco do word e escrevi tudo aquilo que estava me incomodando, tudo aquilo que me angustiava. Escrever sempre foi uma terapia. Nunca tive o hábito de falar o que eu sentia, por falta de prática mesmo, às vezes eu sentia que as pessoas a minha volta não queria saber realmente como eu estava.

Agora que existe essa pessoa que me ouve, eu acabo me perdendo em palavras, lágrimas e soluços e não consigo falar tudo aquilo que eu preciso para que as pessoas entendam como eu me sinto. Mas como em tudo na vida, a prática leva a perfeição. Então bora desabafar!

Por: Mari Bomfim

Anúncios

4 comentários em “BALELAS: a vontade de escrever ou simplesmente a terapia

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s