BALELAS: Meu primeiro livro ou como me apaixonei pelas palavras.

Eu amo ler, simples assim! Confesso que hoje leio bem menos [livros] do que eu gostaria, mas mesmo assim, se fico um tempo ser ler falta alguma coisa. Em momentos da minha vida que eu estava muito triste ou me sentindo muito sozinha, minhas fugas eram sempre em livros, mais do que nos filmes ou séries, porque os primeiros faziam com que eu usasse mais a imaginação e esquecesse os problemas vividos.

wp-1478177409321.jpeg
Foto: Mari Bomfim

Eu não sei direito quando eu comecei a amar ler, mas eu tenho lembranças muito vivas da minha infância, onde, eu não sabendo ler, ficava insistindo para que meu pai lesse o mesmo gibi da Luluzinha, inúmeras vezes, bem na hora do Jornal Nacional… eu era uma criança chata! Desculpa, pai! Lembro também de pedir para minha mãe ficar lendo para mim, ou contando alguma história, para me distrair enquanto eu… bem… fazia o número 2. Desculpa, mãe!

Eu sempre gostei de ouvir história, sendo fatos reais ou não, achava incrível as pessoas se comunicarem contando “causos” – o que acontecia muito na minha família paterna quando eu era criança. Talvez daí tenha vindo essa vontade imensa de aprender a ler e escrever. Quando eu aprendi a ler e conheci a biblioteca municipal [que na época era bem pequena, assim como eu] achei fantástico poder ficar folheando livros e mais livros e lendo aqueles que eu conseguia.Lembro que eu fazia dança no mesmo local da biblioteca [na época era a “Casa de Cultura” da cidade], e meu pai frequentemente me esquecia [ele dizia que não, que só não dava tempo de me pegar no horário certo, mas… convenhamos… ele me esquecia], então eu ficava lá, lendo os livros até ele chegar e era incrível. Adorava a “hora da leitura” na segunda série, e foi na biblioteca da escola [já um pouquinho mais velha] que eu conheci o mundo mágico do Harry Potter.

Já no colegial eu conheci um novo mundo, já que eu podia baixar os livros para ler no computador e foi aí que eu comecei a ler “os livros da moda” (Saga Crepúsculo, Marley e Eu, P.S. Eu te amo, Os Delírios de Consumo de Becky Bloom, A Bússola de Ouro, Jogos Vorazes). Hoje, eu diminui um pouco o ritmo de leitura, mas ainda sempre estou lendo algum livro [mais devagar do que gostaria].

Eu não lembro exatamente qual foi meu primeiro livro “de verdade, sem figuras”, mas acredito que tenha sido O guia dos curiosos e Coisas que toda garota deve saber, eu tinha 10 anos. Lembro também de um livro que contava a história de um tênis velho que era usado por uma menina… eu gostei muito desse livro, mas não consigo lembrar nome nem autor :/ . O tempo passou e continuando adorando ler. E eu acho que os livros fizeram toda a diferença na minha vida.

Atualmente estou lendo Emma de Jane Austen [falei dela aqui] logo que acabar eu faço uma review do livro. e vocês, o que estão lendo?

                                                                      Escrito por:
Mari Bomfim

Anúncios

4 comentários em “BALELAS: Meu primeiro livro ou como me apaixonei pelas palavras.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s