BALELAS: À quem interessar possa ou censurando o coleguinha do facebook.

Resultados da Pesquisa de imagens do Google para http://www.pavablog.com/wp-content/uploads/2014/03/ditadura-militar-brasil-1977.jpeg

Em uma época não tão distante, nossos pais ou avós [depende da sua idade], lutavam pelo simples fato de poder dizer o que pensavam, sim, há algumas décadas atrás, quando a internet e os smartphones eram inexistentes, as pessoas saíam às ruas para lutar contra os militares que entravam nas escolas e diziam o que se podia estudar ou não, entravam nos festivais de música e nas rádios e diziam o que se podia ouvir ou não, batiam, surravam e ameaçavam sua família para mostrar que tinham o poder de decidir o que se podia falar ou não. Mas eles não nos impediam de pensar, porque o pensamento é nosso, e ninguém pode controlar, certo?

Hoje é muito diferente, temos internet, redes sociais, blogs, vlogs, nos permitimos dizer o que quiser, cantar o que quiser, gostar de quem quiser e ser felizes lutando pelos ideias que acreditamos sem que ninguém ouse dizer que não podemos dizer isso ou aquilo, certo?

Aparentemente, não! E não estou dizendo nada específico, porque na verdade é sobre tudo! O facebook, por exemplo, é um campo minado! Não se pode ter um time diferente do colega de trabalho, não se pode ter uma religião diferente do amigo da academia, não se pode defender nem os direitos iguais, porque você está extremamente errado, se não for exatamente igual a mim.

Sabe o que dá medo? Foi assim que Hitler começou! Falando que as minorias iriam dominar o mundo, que se você pensasse diferente daquilo que ele acreditasse como certo, era inimigo e merecia pagar por isso, e que se os alemães de boa família, cristãos e respeitadores não ficassem espertos, eles seriam derrotados por uma massa de negros, gays e judeus que iriam impor as próprias vontades contra a Alemanha.

Mas pera aí, não foi isso o que ele fez? Impôs sua vontade? E não é isso que fazemos todos os dias nas redes sociais? Odiamos o coleguinha porque ele não pensa igual a nós? Será que o mundo realmente mudou? Será que nós mudamos? Ou continuamos olhando apenas para o nosso umbigo? Será que não somos nós agora que estamos censurando uns aos outros e usando o termo “liberdade de expressão” para não fazerem com a gente, exatamente o que nós estamos fazendo, que é julgar o outro? É tão importante assim que o amigo do meu amigo, adicionado sabe se lá porque no meu facebook, seja convencido por mim que ele está completamente errado em seus pensamentos “pequenos e sem sentido”? Vai fazer diferença eu ficar postando “fatos e mais fatos” que na verdade são apenas opiniões para tentar convencer a sua tia de 40 anos que ela está errada?

Não confundir liberdade de expressão com desrespeito, uma coisa é você ter o direito de não gostar de alguém por ser gay, negro, ou discordar da sua religião, por exemplo. Você tem esse direito de não concordar, a culpa de você não gostar de alguém que tem outro gosto de você não é sua, é da cultura que fomos criados. Agora você ofender essa pessoa, agredir física ou verbalmente, está errado e nada do que você dizer vai mudar o fato de você ser um intolerante fdp.

Não, eu não tenho a razão do mundo na minha cabeça!  E eu também não tenho a missão de salvar o mundo da ignorância! Eu quero apenas um lugar melhor para meus sobrinhos, talvez filhos, para as crianças que estão vindo e sendo consideradas doentes porque não pensam iguais aos professores.

Eu não tenho uma solução pra isso, esse texto, como todo o meu blog, é apenas um desabafo e uma opinião minha, e eu sinceramente gostaria que você se permitisse comentar a sua opinião, sem julgamentos, a cerca de tudo isso, vamos tentar?

Escrito por:
Mari Bomfim

Anúncios

2 comentários em “BALELAS: À quem interessar possa ou censurando o coleguinha do facebook.

  1. Eu penso como você, é estranho como as pessoas julgam e “apedrejam” umas as outras por não pensarem iguais. Eu acredito que respeito não é pensar como o outro ou passar a agir como o outro e sim respeitar a individualidade de cada um. Beijos.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s