REVIEW: Os Delírios de Consumo de Becky Bloom de Sophie Kinsella

“Os delírios de consumo de Becky Bloom é o primeiro romance da inglesa Sophie Kinsella. É a história de uma jornalista financeira que durante o dia, ensina às pessoas como administrar seu dinheiro e no fim-de-semana, transforma-se em uma consumidora compulsiva, fugindo do gerente do seu banco e com muitas dívidas. Rebecca Bloom não resiste uma liquidação! Quanto mais inútil, melhor! Para ela, o mundo todo enxerga os detalhes da alça de seu sutiã, combinando com as cores de seus sapatos. Mas seu salário nunca é suficiente para pagar suas extravagâncias. Endividada até a alma, Rebecca, ou Becky, vive fugindo do seu gerente de banco e procurando fórmulas mirabolantes para pagar a fatura do cartão de crédito.”(skoob.com) Editora Record, 2005, 432 págs.

Os Delírios de Consumo de Becky Bloom é um livro de Sophie Kinsella publicado em 2000. Está entre o gênero literário chick-lit [que eu falei um pouco aqui ]. Eu o li a pouco tempo porque na verdade o filme, homônimo inspirados nos dois primeiros livro da série “Shopaholic”, é simplesmente é um dos meus filmes favoritos! Me surpreendi um pouco, porque na verdade esse é o primeiro livro de uma saga [imensa] de 6 livros.

Rebecca Bloomwood é uma It Girl [antes mesmo de existir esse termo], é descolada, bem vestida, adora liquidações, sabe onde comprar as melhores marcas com os melhores descontos. Ela é jornalista especializada no mercado financeiro, mora com uma amiga super legal e sempre tem encontros interessantes. Apesar dessa pequena descrição da vida perfeita, Becky têm sérios problemas: é uma compradora compulsiva [shopaholic] e não consegue controlar suas próprias finanças [apesar de seu trabalho ser dar conselhos financeiros]. Recentemente sua fatura do cartão de crédito passou de todos os limites e seu gerente do banco a persegue. Como se não bastasse isso tudo, Becky ainda arruma tempo para se apaixonar.

A história do primeiro livro é bem rapidinha [lembrando que o que vimos no filme é a junção dos dois primeiros livros], o gerente ainda não a persegue “pessoalmente”, ela está otimista que irá pagar as dívidas rapidamente, e tudo dará certo. Mas o que mais me diverte no livro [que não é dado tanto enfoque no filme] são os “delírios” da senhorita Bloom. Sim, porque Becky é super sonhadora e otimista, imagina tudo dando certo, viaja nas compras… Tudo descrito de forma leve e divertida.

O namoro com Luke Brandon apenas se inicia nesse livro, ele pouco aparece. O foco todo é em Becky e em como ele lida com os amigos, trabalhos e família. Confesso que não li os outros livros, mesmo não sendo um dos meus favoritos da autora, ela consegue nos prender à personagem e torcer por ela, mesmo que a gente saiba que ela está completamente errada!

Gosta do filme ou do livro? Comente!

Escrito por:
Mari Bomfim

Anúncios

8 comentários em “REVIEW: Os Delírios de Consumo de Becky Bloom de Sophie Kinsella

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s