REVIEW: A PSICANÁLISE NA TERRA DO NUNCA DE DIANA L. CORSO E MÁRIO CORSO

Fiquei em dúvida se faria ou não a resenha desse livro, porque ele é voltado mais para psicanálise, mas como ela fala sobre fantasia e eu comentei dele aqui algumas vezes, nada mais justo que fazer um post completo sobre o livro.

Pedaço da minha estante *-* /Imagem: Mari Bomfim
Pedaço da minha estante *-* /Imagem: Mari Bomfim

A psicanálise na terra do nunca – ensaios sobre a fantasia” foi escrito por Diana L. Corso e Mário Corso, publicado em 2011 pela Editora Penso. Me encantei pelo título e pela capa do livro, que parece um tablet com ícones de cada capítulo. Como eu disse na Tag literária, eu demorei mais de um ano pra ler esse livro! Eu lia, parava, li mais um pouco, esquecia dele, voltei a ler e pronto! Terminei! Mas o livro não é ruim, pelo contrário é muito bom, mas eu acaba deixando ele de lado pra ler livros de história (na época eu li novamente os 7 livros do Harry Potter e Orgulho e Preconceito).

11830217_1028714833814500_164304651_n
Imagem: Mari Bomfim

O livro então é separado em 14 capítulos, com seus respectivos temas e ícones. Os autores utilizaram de filmes, séries, animação e livros famosos para interpretar toda essa nova geração e poder entender porque algumas histórias fazem tanto sucesso e são prolongadas durante gerações. Por exemplo, nos capítulos onde ele fala sobre a família, utiliza filmes como “O bebê de Rosemary”, “Precisamos falar sobre Kevin”, “A noviça rebelde”, “De volta para o futuro”, animações como “Os Simpsons”, “Os Incríveis” e livros como “Onde vivem os monstrons” e “Percy Jackosn”.

Detalhe do ícones dos capítulos - Sherk, Rei Leão, Jardim Secreto, Alice, Crônicas de Nárnia, Toy Story, Vampiromania / Imagem: Mari Bomfim
Detalhe do ícones dos capítulos – Sherk, Rei Leão, Jardim Secreto, Alice, Crônicas de Nárnia, Toy Story, Vampiromania / Imagem: Mari Bomfim

O livro fala também sobre a paternidade e a maternidade na cultura de hoje; sobre os contos de fada contemporâneo como “Sherk”, “Alice no país das maravilhas” e as novas versões dos clássicos; sobre a infância e adolescência; e o lugar da fantasia na cultura de videogames. Além disso, tem um capítulo inteiro sobre a geração que se apaixonou pelos vampiros e como ele se transformaram de monstros temíveis para os desejados adolescentes imortais.

Imagem: Mari Bomfim
Imagem: Mari Bomfim

Mesmo que você não manje muito de psicologia ou psicanálise o livro é fácil de entender, tem explicações simples e notas para se houver alguma dúvida teórica. Os autores também escreveram outro livro muito bom também sobre psicanálise e fantasia, chamado “Fadas no Divã“, vale a pena ler os dois! Neste último conta as primeiras versões dos contos de fadas que, geralmente, são bem assustadoras e não tão divertidas quanto as versões Disney.

Imagem: Mari Bomfim
Imagem: Mari Bomfim

Gosta de livros de psicologia? Comente!

Escrito por:
Mari Bomfim

Anúncios

6 comentários em “REVIEW: A PSICANÁLISE NA TERRA DO NUNCA DE DIANA L. CORSO E MÁRIO CORSO

  1. Me interessei muito por esse livro. Acho interessante analisar a realidade através da fantasia. E fiquei curiosa por saber as impressões dele acerca dos vampiros na cabeça dos jovens. Eu gostei do seriado buffy na década de noventa, mas Crepúsculo não me pegou. Aliás, li apenas o primeiro livro e achei um tédio. Ainda mais a parte do vampiro brilhando no sol. Aff
    Bacio

    Curtido por 1 pessoa

  2. Pingback: Fim de férias! |

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s