REVIEW: O APANHADOR NO CAMPO DE CENTEIO DE J.D.SALINGER

“À espera no centeio (O Apanhador no Campo de Centeio na edição brasileira) narra um fim-de-semana na vida de Holden Caulfield, jovem de 16 anos vindo de uma família abastada de Nova York. Holden, estudante de um reputado internato para rapazes, volta para casa mais cedo no inverno depois de ter recebido más notas em quase todas as matérias e ter sido expulso. No regresso a casa, decide fazer um périplo adiando assim o confronto com a família. Holden vai refletindo sobre a sua curta vida, repassa sua peculiar visão de mundo e tenta definir alguma diretriz para seu futuro. Antes de enfrentar os pais, procura algumas pessoas importantes para si (um professor, uma antiga namorada, a sua irmãzinha) e tenta explicar-lhes a confusão que passa pela sua cabeça. Foi este livro que criou a cultura-jovem, pois na época em que foi escrito, a adolescência era apenas considerada uma passagem entre a juventude e a fase adulta, que não tinha importância. Mas esse livro mostrou o valor da adolescência, mostrando como os adolescentes pensam.” (skoob.com) Editora do Autor, 2012, 208 págs.

Eu fiz uma lista aqui neste post falando sobre livros clássicos que eu gostaria de ler, pois bem, risquei mais um \o/

Esse livro é um dos favoritos do meu namorado e, como pude perceber durante a leitura, um grito de expressão para juventude. Apesar de ter sido publicado em 1951, ele fala sobre diversos temas atuais como alienação, angústia, dúvidas e descontentamento com a vida. Não importa quantos anos você tenha, você vai se ver um pouquinho no jovem Holden Caulfield.

Ilustração por edwardaaronart

“O livro narra um fim de semana na vida de Holden Caulfield, jovem de 16 anos vindo de uma família abastada de Nova York. Holden, estudante de um reputado internato para rapazes, volta para casa mais cedo no inverno depois de ter recebido más notas em quase todas as matérias e ter sido expulso. No regresso a casa, decide fazer um passeio pela cidade, adiando assim o confronto com a família. Holden vai refletindo sobre a sua curta vida, repassa sua peculiar visão de mundo e tenta definir alguma diretriz para seu futuro. Antes de enfrentar os pais, procura algumas pessoas importantes para si (um professor, uma antiga namorada, a sua irmãzinha) e tenta explicar-lhes a confusão que passa pela sua cabeça. Foi este livro que criou a cultura-jovem, pois na época em que foi escrito, a adolescência era apenas considerada uma passagem entre a juventude e a fase adulta, que não tinha importância. Mas esse livro mostrou o valor da adolescência, mostrando como os adolescentes pensam.”(skoob.com)

A obra é a primeira e mais famosa escrita por J.D.Salinger, influenciou gerações, filmes, livros, além de conseguir dar voz ao jovens que muitas vezes se sentem invisíveis ou sem esperança. Na verdade, o livro foi escrito para adultos, mas as emoções e situações vividas pelo adolescente, além da linguagem despojada, trouxe a narrativa mais perto dos garotos da mesma idade que Holden.

Sem dúvida o livro traz citações marcantes e trata de assuntos que nos faz pensar até hoje! Eu amei e recomendo!

Já leu O apanhador? Gosta do livro? Comente!

 

Escrito por:
Mari Bomfim

Anúncios

9 comentários em “REVIEW: O APANHADOR NO CAMPO DE CENTEIO DE J.D.SALINGER

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s