BALELAS: Viajar é preciso ou Filosofias de Amyr Klink

Fernando Pessoa já dizia que “navegar é preciso”, viajar, criar, tudo isso para ele, era essencial.

Amyr Klink, com toda experiência de causa, diz em um de seus livros que “um homem precisa viajar […] para entender o que é seu […] sentir a distância e o desabrigo para estar bem sob o próprio teto” (a frase completa você pode ver aqui).

Essa semana, eu e o Rafa, fizemos uma viagem e foi incrível (logo mais faço um post sobre), mas logo no final me bateu uma depressão pós-viagem, sabe. Quase não aproveitei os momentos finais da viagem.

Talvez tenha sido o cansaço ou algumas coisas específicas que estavam acontecendo, mas fiquei ali, reflexiva, pensando um pouco sobre como essa viagem havia me modificado e como eu estava lidando com os sentimentos que estavam vindo dessas mudanças.

Claro, eu não fiz nenhuma trilha contemplativa, nem viajei dias em alto mar ou coisa que o valha, foi uma viagem tranquila e confortável de apenas três dias com a melhor pessoa do mundo, então veja bem, não houve nenhum sofrimento, nem um perrengue sério, apenas eu sendo reflexiva (não me julguem).

O que acontece é que após esses três dias eu não queria voltar para casa e fiquei me perguntando o porque disso, cheguei até o ponto de me sentir culpada por estar imensamente feliz e acabei repetindo uma situação que ocorreu comigo há algum tempo quando não morava com meus pais.

É senhor Amyr Klink, ainda tenho muitas viagens para fazer para perder a arrogância e ser uma pessoa melhor, para dar valor as coisas que eu tenho e quem sabe, até sentir falta de casa.

“Navegar é preciso, viver não é preciso” – Fernando Pessoa

oie_ri4sYjWlPg1f

* Instagram * Bloglovin *  Weheartit * Skoob * Filmow *

Anúncios

4 comentários em “BALELAS: Viajar é preciso ou Filosofias de Amyr Klink

  1. Já comentei que adoro esses seus posts do “Balelas”? Já né?? 🙂
    Pois é, acho perfeitos seus aprendizados, ver tudo o que você pensa, e perceber que somos bem parecidas…
    Toda vez que viajo de férias para João Pessoa, minha cidade natal, onde moram meu pai, minhas irmãs, uma avó e uma tia que amo muito, fico assim nos últimos dias, sabe, triste mesmo por estar partindo… Mas quero muito mudar isso em mim, para poder aproveitar melhor o tempo em que estou lá!
    Adorei
    Xero

    http://mulherpequena.wordpress.com

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s