FILMES QUE EU ASSISTI POR TER UM NAMORADO CINÉFILO #6

Se você já acompanha o blog há algum tempo, sabe que o Rafa, meu namorado, é um cinéfilo incurável! Nossos finais de semana de filme são divididos nas comédias românticas  e filmes aleatórios que eu faço ele assistir e os filmes cabeças que ele recomenda. Se você não viu ou não lembra dos outros filmes que ele me recomendou clica aqui, ou vá na barra suspensa aqui do ladinho –> e olha a categoria “namorado cinéfilo“ ou ainda clica ali no menu principal (  ^ )

Os filmes de hoje serão filmes de um diretor só! ~ sim, ele me ensinou sobre diretores bons e escolas de cinema ~ Paul Thomas Anderson, conhecido como PTA [sigla que ele mesmo usa para se referir a ele], é considerado um dos melhores realizadores da nossa época. Faz filmes densos, surpreendentes e recheados de carga emocional (seja essa emoção, qual for). Traz muito questões religiosas e morais para os filmes e, além de todo um simbolismo, os filmes também são praticamente estudos sobre o comportamento humano.

SANGUE NEGRO (2007)

“Virada do século XIX para o século XX, na fronteira da Califórnia. Daniel Plainview  é um mineiro de minas de prata derrotado, que divide seu tempo com a tarefa de ser pai solteiro. Um dia ele descobre a existência de uma pequena cidade no oeste onde um mar de petróleo está transbordando do solo. Daniel decide partir para o local com seu filho, H.W. O nome da cidade é Little Boston, sendo que a única diversão do local é a igreja do carismático pastor Eli Sunday . Daniel e H.W. se arriscam e logo encontram um poço de petróleo, que lhes traz riqueza mas também uma série de conflitos.”

Acho que esse foi o primeiro filme que o Rafa me recomendou do PTA, e achei incrível! Até hoje me pego pensando nas falas e recordando algumas cenas. O filme é um drama que não tem mocinhos, os personagens são humanos, não há um cara que é todo certinho que vai se dar bem no final. Paul Dano está excelente nesse filme, fico chocada com ele como pastor de Little Boston.

MAGNÓLIA (1999)

“Em San Fernando Valley, Califórnia, nove pessoas terão suas vidas interligadas através de “O Que as Crianças Sabem”, um programa de televisão ao vivo que existe há vários anos, onde um grupo de três crianças desafia três adultos. O atual grupo de crianças está indo para a oitava semana e, com isso, faltarão apenas mais duas para elas quebrarem o recorde do programa. Se conseguirem o feito ganharão uma alta soma, mas neste time vencedor está Stanley Spector, um garoto prodígio que é quem realmente faz a diferença, mas ele está começando a ficar cansado disto, pois entre outras coisas está sendo usado pelo pai para ganhar dinheiro. O programa é comandado por Jimmy Gator, um veterano da televisão que vai morrer de câncer, mas não está em estado terminal. Por coincidência Earl Partridge, o produtor do programa, também está morrendo de câncer no cérebro e pulmão, mas este tem os dias contados. Earl é marido de Linda Partridge (Julianne Moore), que se casou com ele pelo seu dinheiro mas agora está desesperada, pois descobriu que ama o marido. Earl tem um enfermeiro particular, Phil Parma (Philip Seymour Hoffman), que lhe dá toda a atenção como profissional e como amigo. Earl pede a Phil que entre em contato com Frank T.J. Mackey (Tom Cruise), que cresceu odiando Earl e agora dá um seminário para solteiros, onde ensina técnicas para seduzir uma mulher. O motivo da raiva de Frank é que Earl abandonou sua primeira esposa, e mãe de Frank, após vinte e três anos de casados, quando esta estava com câncer, e deixou Frank com apenas quatorze anos para cuidar da mãe até a morte dela. Desta época em diante os dois nunca mais se falaram, mas Phil tenta localizar Frank de qualquer jeito para avisar que seu pai está morrendo. Coincidentemente Jimmy Gator tem uma filha, Claudia Wilson Gator, que também não fala com o pai, pois o acusa de tê-la molestado sexualmente. Claudia é viciada em crack e Jim Kurring , um policial, vai à casa de Claudia após sido recebido uma queixa de som muito alto no apartamento dela. Jim se apaixona imediatamente por ela, que sente-se atraída e ao mesmo tempo insegura de manter esta relação. Há ainda Donnie Smith, que em 1968 estabeleceu o recorde de “O Que as Crianças Sabem” mas quando ficou adulto se tornou um patético fracassado, que recentemente foi despedido e busca desesperadamente a felicidade”

Esse é literalmente um filme sobre psicologia e comportamento humano, talvez com uma pitada de karma Smiley mostrando a língua O filme te captura do começo ao fim, e o final, esse foi muito surpreendente para mim! hahaha O filme vale a pena quando você está naquela vibe de “o que eu estou fazendo com a minha vida…” ou “existem coincidências?”.

VÍCIO INERENTE (2014)

“O filme é a última instância do psicodelismo dos anos 60, enquanto a paranoia corre solta do deserto até a costa ensolarada do Sul da Califórnia. Com um grupo de personagens que inclui surfistas, empresários, roqueiros drogados, um agiota assassino, o FBI, detetives da Polícia de Los Angeles, um saxofonista disfarçado, um grupo de dentistas de Beverly Hills e uma misteriosa entidade conhecida como The Golden Fang, tudo se mistura em um clima quase lisérgico, no que parece ser uma questão de momento. E então, quando Shasta Fay, a ex-namorada do detetive particular Doc Sportello, bate novamente em sua porta com uma história sobre seu atual namorado, um bilionário do mercado imobiliário, sua mulher e o amante dela… bem, tudo começa a ficar um pouco peculiar.”

Esse é o filme do PTA que eu achei mais louco, fiquei meio perdida no enredo, mas realmente, essa é a intenção, porque o filme é narrado por um detetive particular drogado, então pensa na confusão mental existente. Até hoje eu não sei se a colega que ajuda o Doc e fala bastante com ele, dando conselhos, é real ou fruto da imaginação. A classificação do filme é para maiores de 18 anos.

BOOGIE NIGHTS – PRAZER SEM LIMITES (1997)

“Eddie Adams (Mark Wahlberg) é um jovem de 17 anos sexualmente bem-dotado. Ele é descoberto por Jack Horner (Burt Reynolds), um diretor veterano que o transforma em Dirk Diggler, uma celebridade da subcultura do mundo pornô no apogeu dos anos 70. O sucesso faz com que Eddie se envolva no mundo das drogas e a súbita fama pode ter seu preço”

Esse foi o filme que eu menos gostei dessa lista, tem muitos personagens e ele acaba não se aprofundando em nenhum, ao contrário dos outros filmes onde você se apega e torce pelo seu personagem favorito. Mas traz uma reflexão bacana sobre a questão das drogas e o submundo pornográfico.

EMBRIAGO DE AMOR (2001)

“Barry Egan (Adam Sandler) é um pequeno empresário que passa por dificuldades financeiras. Tendo sido criado ao lado de 7 irmãs, a infância de Barry foi difícil e repleta de abusos, deixando-o com medo de amar. Até que entra em sua vida Lena Leonard (Emily Watson), uma misteriosa mulher por quem Barry se apaixona. Mas para ficar ao lado de sua amada Barry precisará viajar para o Havaí e enfrentar uma quadrilha de mafiosos.”

Esse foi o último que assisti e fiquei tensa do começo ao fim, porque eu torcia muito pelo casal e morria de medo de que algum ruim acontecesse. Essa pode ser considerada uma comédia-romântica, mas bem reflexiva que mostra que o amor liberta as pessoas dos seus maiores medos e traumas.

Já assistiu algum filme dessa lista? Tem algum diretor favorito? Comente!

  oie_ri4sYjWlPg1f

Anúncios

3 comentários em “FILMES QUE EU ASSISTI POR TER UM NAMORADO CINÉFILO #6

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s