VI NO CINEMA: A BRUXA DE ROBERT EGGERS

Primeira coisa antes de falar sobre “A bruxa”: esse foi o primeiro filme de terror que eu assisti no cinema, porque eu eu sou cagona, então nunca me convenceram à assistir esse gênero na tela grande. Mas aí eu achei que já estava na hora de criar coragem e ir assistir, porque eu era corajosa quando eu era criança, assistia todos os filmes de terror que passavam no SBT, mas eu cresci, e me tornei uma adulta que tem medo de filmes de terror. Enquanto criava coragem para assistir li bastante críticas a respeito do filme, pessoas que amaram e pessoas que odiaram, pessoas que morreram de medo e pessoas que dormiram no filme, mesmo assim, juntamos uma galera para passar medo junto!

A Bruxa : Foto

Outra coisa que gostaria de falar é que minha experiência ao assistir esse filme no cinema não foi muito boa, a sala em que íamos assistir estava com o ar condicionado quebrado, a sessão estava lotada, e as pessoas foram bem sem noção durante a sessão, então se você me perguntar se eu voltaria a assistir filme de terror no cinema, minha resposta provavelmente seria “não”, porque uma galera começou a falar alto, atenderam o celular no meio do filme e em um dos momentos mais tensos o pessoal que estava na frente começou a fazer gracinha e piadinhas para “descontrair o ambiente”. Poxa, filme de terror é pra ser tenso mesmo, nada de piadas, galera, vamos respeitar! Se você não gosta do filme, levanta e sai! Pode fazer textão no facebook e odiar o filme, mas durante a sessão (e na vida) respeito, por favor!

Sendo assim, bora pro filme:

A Bruxa : Poster

“Nova Inglaterra, década de 1630. O casal William e Katherine leva uma vida cristã com suas cinco crianças em uma comunidade extremamente religiosa, até serem expulsos do local por sua fé diferente daquela permitida pelas autoridades. A família passa a morar num local isolado, à beira do bosque, sofrendo com a escassez de comida. Um dia, o bebê recém-nascido desaparece. Teria sido devorado por um lobo? Sequestrado por uma bruxa? Enquanto buscam respostas à pergunta, cada membro da família seus piores medos e seu lado mais condenável.” (adorocinema.com)

Como todo filme de suspense, “A bruxa” tem várias perguntas iniciais: “porque a família foi expulsa da comunidade?”, “porque escolheram aquela casa para morar?”, “porque não fugiram e pediram ajuda, logo no começo?”, infelizmente, algumas perguntas não terão resposta, e isso que é a questão do filme. Ele vai te mostrando “fatos”, coisas que aconteceram com a família, como se fosse uma lenda ou uma antiga história que alguém estivesse contando. Nem sempre os fatos podem ser compravados. Usamos muito a imaginação e nossas crenças para preencher os buracos que não tem respostas simples.

A Bruxa : Foto

O mais interessante no filme é ver como a família, sem nenhuma necessidade de regra social (já que foram expulsos da comunidade onde viviam), usam a religião para criar regras, causas e consequências para a vida das crianças e dos próprios adultos. A mistura da crença católica ortodoxa e dos misticismo, e em como isso fica confuso para todas as pessoas da casa; a filha mais velha ser chamada de bruxa por desrespeitar regras femininas ou responder para autoridade e o final surpreendente faz o filme te segurar do começo ao fim.

A Bruxa : Foto

Tenho que confessar que assustei sim, fiquei com medo sim e até hoje, escrevendo o post e lembrando de algumas cenas, tenho que acender a luz do quarto para continuar! [#marimedrosa].

Gosta de filme de terror? Já assistiu esse filme? Comente!

Escrito por:
Mari Bomfim

Anúncios

7 comentários em “VI NO CINEMA: A BRUXA DE ROBERT EGGERS

  1. Eu ouvi dizer que o filme é incrível.. Estou super curiosa, Mari!
    Sobre assistir filmes no cinema: não se pegue pela má experiencia dessa vez.. Eu adoro ir ao cinema, especialmente para ver filmes de terror (quanto mais gente, menos medo AHAHAHAH), então, tenta de novo!
    Não desista ahahah
    beijoca

    Curtido por 1 pessoa

  2. Eu estou mega curiosa para assistir esse filme, mas sou muito medrosa hahah então acho que vai ficar para uma próxima ou quando já der para ver na internê, pelo menos não estarei em uma sala escura no cinema correndo o risco de um ator doido entrar na sala nos assustando (tá, sei que isso é impossível, mas nunca se sabe né…)

    Curtir

  3. Noooossa, deve ser muito assustador mesmo, viu?
    Morro de medo de filme de terror, Mari, até chorei de nervoso assistindo Atividade Paranormal, mas meu esposo adora, então sempre ficamos nesse impasse! hehehehe
    Vou avisar pra ele sobre esse filme, se Deus quiser ele assiste só e não me arrasta com ele! hehee
    Xero

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s