REVIEW: AS DOZE TRIBOS DE HATTIE DE AYANA MATHIS

“Em 1923, aos quinze anos, Hattie Shepherd deixa a Geórgia para se estabelecer na Filadélfia, na esperança de uma vida melhor. Mas se casa com um homem que só lhe traz desgosto e observa indefesa quando seu casal de gêmeos sucumbe a uma doença que poderia ter sido evitada com alguns níqueis. Hattie dá à luz outras nove crianças, que cria com coragem e fervor, mas sem a ternura pela qual todos anseiam. Em lugar disso, assume o compromisso de preparar os filhos para as calamitosas dificuldades que certamente enfrentarão e de ensiná-los a encarar um mundo que não os amará nem será gentil. Contadas em doze diferentes narrativas, essas vidas formam a história da coragem monumental de uma mãe e da trajetória de uma família. Belo e inquietante, o primeiro romance de Ayana Mathis é assombroso do início ao fim — épico, angustiante, imprevisível, vibrante e cheio de vida. Uma história envolvente e cativante, um retrato marcante de uma luta tenaz diante de adversidades insuperáveis e uma celebração da resiliência do espírito humano. As doze tribos de Hattie é um romance de estreia de rara maturidade.” 2014 -Editora Intrínseca – 224 pgs.

12991820_1168469163172399_858518396_o

Eu lembo de estar passando na “Americanas”, olhando a sessão de livros, como sempre, enquanto o Rafa olhava a sessão de DVDs quando eu bati o olho nesse livro e resolvi levar, li rapidamente a sinopse atrás e me apaixonei, além disso, o livro era fininho e bem baratinho, não tinha porque não ter comprado, então comprei. Mas então o livro ficou perdido na minha estante, meio esquecido em cima de uma pilha de livros que precisavam ser lidos, fui deixando, deixando… então esse ano eu resolvi ler e quando comecei fiquei encantada!

12970150_1168469199839062_560683717_o

Cada capítulo do livro é um ano e um nome, o nome de um dos descendentes de Hattie. Começa em 1925 e termina em 1980. O mais encantador do livro é que Hattie é uma protagonista forte e apesar de não ter nenhum capítulo “dela”, vamos descobrindo uma pouco mais dessa mulher incrível conforme vemos a vida dos filhos. No começo Hattie é vibrante, cuidadosa e esperançosa, mas aos poucos, ela vai tropeçando no mundo que está se tornando cruel. Ela não é perfeita, tem seus defeitos e sua dose de erros, mas o melhor de suas qualidades é que ela nunca desiste.

12953287_1168469179839064_542225818_o

Lembrando que Hattie é “negra clara com traços finos”, o que traz vantagens entre os brancos, mas um certo preconceito entre os negros, pois, principalmente as mulheres começam a dizer que ela não vai aguentar porque é muito clara, “não é forte como as mulheres negras de verdade”. Não podemos esquecer ainda a época em que ela nasceu, então mesmo sendo uma negra clara, teve que enfrentar muito preconceito e se esforçar muito para trabalhar e sustentar seus nove filhos. Além de logo no começo ter perdido seus primogênitos gêmeos para uma pneumonia, Hattie vai perdendo a esperança por ver que por mais que ela se esforce e tente, a sua maneira, ser uma boa mãe, ela acaba “perdendo” seus filhos para as bebidas, para doenças (físicas e mentais) e para as drogas, mesmo assim, ela não desiste e até seu último suspiro sabemos que fará de tudo para dar o melhor para sua neta, Sala.

Esse é o primeiro livro de Ayana e, gente, que primeiro livro incrível! Você sente cada vibração, cada angústia e cada momento de alegria que a família Sheperd sente. Não sei porque demorei tanto para começar a ler esse livro, mas me encantei desde o primeiro capítulo! Leiam!

Qual o último livro que você leu? Comente!

 

Escrito por:
Mari Bomfim

Anúncios

9 comentários em “REVIEW: AS DOZE TRIBOS DE HATTIE DE AYANA MATHIS

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s