DESAFIO CINETOSCÓPIO DO RAFA #1

Senhoras e senhores, é com imensa alegria que lhes informo que teremos mais um autor nesse blog! Sim, o Mire na Lua está com um colaborador, que por livre e espontânea pressão vontade começará a escrever no blog. Pra quem não conhece, o Rafa, é o namorado cinéfilo que tanto falo no blog.
Já que ele ama a sétima arte, nada mais justo que começar fazendo o Desafio Cinetoscópio!

Escrito por:
Mari Bomfim

Olá! Meu nome é Rafael, eu sou o namorado da Mari e vou começar a escrever aqui no blog, depois de muita insistência de certa pessoa. Para começar vou fazer o desafio dos 30 filmes que a Mari já fez aqui. A ideia é escolher 30 filmes diferentes daqueles escolhidos por ela e trazer outra visão para alguns filmes já resenhados aqui no blog. Vamos nessa!

#1 UM FILME QUE TE FEZ CHORAR

A lista de filmes que me fez chorar não é muito extensa e essa falta de opções dificultou a minha escolha. Mas consegui escolher um e vou falar dele logo mais. Porém, antes eu preciso falar de um filme chamado Cinema Paradiso (eu sei que eu estou roubando e não posso falar de dois filmes ao mesmo tempo, mas vou falar mesmo assim). Pare tudo o que você estiver fazendo e vá assistir Cinema Paradiso. A Mari já falou dele aqui, mas nada que alguém diga consegue explicar o que é esse filme e o quanto ele é capaz de te fazer chorar, principalmente se você amar cinema. Assista Cinema Paradiso!

Ok, depois dessa burlada nas regras, vou falar sobre o filme escolhido para esse desafio, Creed: Nascido para lutar. A Mari já espalhou pra todo mundo que eu chorei nesse filme e eu tenho que admitir que eu chorei pra caralhocaramba mesmo. Creed é um filme de 2015 dirigido por Ryan Coogler e estrelado por Michael B. Jordan e Sylvester Stallone. A sinopse do filme é a seguinte:

Adonis Johnson (Michael B. Jordan) nunca conheceu o pai, Apollo Creed, que faleceu antes de seu nascimento. Ainda assim, a luta está em seu sangue e ele decide entrar no mundo das competições profissionais de boxe. Após muito insistir, Adonis consegue convencer Rocky Balboa (Sylvester Stallone) a ser seu treinador e, enquanto um luta pela glória, o outro luta pela vida. (filmow.com)

Creed é um filmaço! A direção do Coogler é espetacular. As cenas de lutas são as melhores da história do cinema e a trilha sonora te faz ter vontade de sair correndo e esmurrar um saco de areia. Creed é mais que um filme de boxe, é um filme sobre motivação, amizade, relacionamentos. É um filme sobre a vida. É uma reflexão sobre a finitude da vida e o quanto vale a pena lutar por ela quando se tem alguém em quem confiar. “Eu luto, você luta”.

Michael B. Jordan está excelente no papel do protagonista Adonis e merece todos os elogios que recebeu. Você torce para Creed durante o filme todo e entende as atitudes do protagonista mesmo que não são acertadas. Tessa Thompson também está magnífica como Bianca, o par romântico de Creed. A personagem é bem desenvolvida e o relacionamento deles é altamente natural. Bianca não está ali para ser simplesmente a namorada do lutador, ela tem personalidade e vontade próprias. Como diria a Mari, #girlpower.

É Stallone, porém, quem rouba a cena e emociona. Foi Balboa que deu ao Sly fama, sucesso e dinheiro, lá em 1976. Porém, é em 2015 que Sylvester Stallone entrega aos fãs a melhor versão de Rocky. Sly dá profundidade ao personagem sem descaracterizar o Balboa que os fãs conhecem. Vemos um “garanhão italiano” que perdeu todos os amigos que tinha na vida e que agora enfrenta seu maior inimigo e não tem vontade de lutar.

Porém, a franquia Rocky ensinou que ninguém vai bater mais forte que a vida e que não importa como você bate e sim o quanto aguenta apanhar e continuar lutando. É assim que se vence. “Um passo de cada vez, um soco de cada vez, um round de cada vez”. A torcida de Rocky por Creed na luta final é a mesma de Creed por Rocky na vida. É o começo de uma nova amizade, que começou graças a uma amizade antiga. É o futuro de uma nova franquia que busca novos fãs, mas respeita muito os fãs antigos. O legado de Rocky está intacto.

Escrito por:
Rafael Forcassin

Anúncios

11 comentários em “DESAFIO CINETOSCÓPIO DO RAFA #1

  1. Que legal isso, Mari!
    Acho que o Rafa será um excelente colaborador, parece ser um ótimo escritor, viu?
    Não assisti nenhum dos dois filmes, mas agora deu muuita vontade!
    Pera, era pra eu falar com a Mari ou com o Rafa??
    heheh
    Seja bem vindo!
    Xeros

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s