DESAFIO CINETOSCÓPIO DO RAFA #3

COWABUNGA! Sobrevivi ao último post  e estou aqui para continuar com o desafio cinestocópio dos 30 filmes. O tema de hoje é:

#3 – UM FILME QUE LEMBRE A SUA INFÂNCIA

Quando era criança, os filmes que faziam parte da minha vida eram basicamente filmes de super-heróis e filmes da sessão da tarde. Na época, os filmes de super-heróis não eram fartos como hoje em dia, então tinha que me contentar com os filmes do Superman protagonizados pelo próprio Superman (porque o Christopher Reeve é o Super), os bons filmes do Batman dirigidos pelo Burton, os péssimos filmes do Batman dirigidos pelo Schumacher (o diretor, não o piloto) e os filmes do Hulk. Também existia um filme do Capitão América que passava de vez em quando.

Entre os filmes da sessão da tarde, merecem destaque filmes como “Curtindo a vida adoidado”, “Jumanji”, “A lagoa azul”, “Ghost”, “De volta para o futuro”, “Elvira, a rainha da trevas”, os filmes dos Trapalhões e da Xuxa e “As Tartarugas Ninja”. É sobre esse último que vou escrever hoje.

“As Tartarugas Ninja” é um filme de 1990, dirigido por Steven Barron. A história é aquela que todo mundo conhece: quatro tartarugas foram contaminadas por uma substância radioativa nos esgotos de Nova York e se tornam guerreiros após serem treinados pelo mestre Splinter, um rato que também foi contaminado pela mesma substância.

Cada tartaruga tinha personalidade própria. Michaelangelo era o brincalhão e zoeiro do grupo. Donatello era o inteligente e nerd da turma. Leonardo era o responsável e líder das tartarugas. Rafael era o rebelde e revoltado com a vida. Rafael era o melhor deles, por motivos óbvios.

As Tartarugas apareceram originalmente em uma HQ. O filme foi feito no embalo do sucesso que o desenho animado fez no final dos anos 80, foi um dos filmes independentes mais lucrativos da história e teve mais 2 continuações live-action, em 1991 e 1994, e uma animação em 2007. As tartarugas também tiveram mais 3 séries de TV (duas animadas e uma live-action) e vários games.

Em 2014, foi feito um remake no cinema. O visual das tartarugas e do mestre Splinter está FODA FANTÁSTICO, a Megan Fox é GOSTOSA bonita, mas o filme é apenas razoável. Uma continuação estreará no próximo dia 16 de junho, dia do meu aniversário. Santa Tartaruga!

Escrito por:
Rafael Forcassin

Anúncios

3 comentários em “DESAFIO CINETOSCÓPIO DO RAFA #3

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s