DESAFIO CINETOSCÓPIO DO RAFA #4

Olá! Estou de volta para dar continuidade ao desafio cinetoscópio dos 30 filmes! E o tema de hoje é:

#4 – UM FILME PRETO E BRANCO

Esse foi muito difícil de escolher. Sou completamente apaixonado por filmes em preto e branco e tinha, portanto, várias opções excelentes para trazer aqui. Resolvi, então, falar de um dos sete samurais da história do cinema: Nosso Senhor Buñuel.

O espanhol naturalizado mexicano Luis Buñuel é o cara quando o assunto é cinema surrealista. E olha que surrealismo no cinema não é algo fácil de fazer. O próprio Salvador Dalí não deu conta e pulou fora, depois de trabalhar com Buñuel em dois filmes (ao que tudo indica, houve uma treta entre eles).

Os trabalhos desse mito espanhol são caracterizados pelo humor negro e pelas críticas à Igreja e à sociedade burguesa. O filme que escolhi para o tema de hoje é um belo exemplo do estilo e da genialidade de Buñuel. O filme chama-se “O anjo exterminador”.

https://i0.wp.com/supernovo.net/wp-content/uploads/2014/01/a8.jpg

“O anjo exterminador” é um filme de 1962, dirigido por Luis Buñuel durante o seu exílio no México. A história do filme é simples. Após um banquete na casa de uma socialite, os convidados se sentem estranhamente incapazes de saírem da sala de jantar. Os dias passam e eles continuam ali. Ninguém consegue sair, quem está fora também não consegue entrar. Não existem algemas e nem portas trancadas, eles simplesmente não conseguem ir embora. Com o passar do tempo, a etiqueta, a educação e as boas maneiras da burguesia começam a desaparecer, dando lugar ao instinto de sobrevivência.

https://i1.wp.com/lounge.obviousmag.org/zoom_nas_visceras/assets_c/2015/03/exterminating_better_15549_0_15604_0-miniatura-800x611-98613.jpg
O filme é sufocante e tenso, ao mesmo tempo em que é engraçado. A cena final é de uma genialidade ímpar e todas as metáforas são feitas com brilhantismo. O surrealismo está presente durante todo o filme e as críticas ácidas à classe burguesa e à Igreja são realizadas com a maestria de um provocador nato.

https://i1.wp.com/cineclubejoane.org/2014-10/images/O%20Anjo%20Exterminador.jpg

Luis Buñuel morreu em 29 de julho de 1983. Seu nome está na história do cinema para sempre.

Escrito por:
Rafael Forcassin

Anúncios

2 comentários em “DESAFIO CINETOSCÓPIO DO RAFA #4

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s