VI NO CINEMA: Alice através do espelho de James Bobin

Na sexta-feira, eu e o Rafa, fomos assistir “Alice Através do Espelho“, a continuação do filme de 2010 do Tim Burton.

Antes do começar a falar sobre o filme tenho duas situações para pontuar: Primeiro, assim como no filme “Alice no País das Maravilhas”, esse segundo filme NADA tem haver com a história do livro. Então se você quer saber como é o mundo psicodélico de Lewis Carroll, terá que ler o livro. (Falo sobre o livro aqui e aqui)

Segundo, conversando com o Rafa, que não gostou do filme e vendo algumas reviews, eu entendo que ficou muita coisa a desejar para quem entende de cinema, para quem percebe as nuances técnicas e de como deveria ser um bom filme. Tem muita explicaçãozinha no filme? Tem. O roteiro tem várias falhas? Tem!

Dito isso, preciso dizer que eu AMEI o filme, e que essa review, assim como todas as outras, será minha opinião leiga do assunto, ok? então tá ok!

O filme traz Alice, muito mais independente do que no primeiro filme, onde ela fica sem saber de nada e fazendo só o que os outros mandam. Durante dois anos, Alice é capitã do Wonder, barco do pai que foi deixado de herança para ela, porém, quando volta, percebe que apesar dela ter conhecido o mundo todo e cruzado os sete mares como capitã, em terra firme a sociedade continua a mesma e quer que ela siga os padrões impostos.

O filme é dedica à Alan Rickman, falecido esse ano, que deu a voz a lagarta/borboleta Absolem.

Quando vai à uma festa do ex-futuro-marido, a garota causa e chama atenção por suas roupas e jeito de se portar. Nessa casa, há um espelho que é uma passagem para o País das Maravilhas e Alice embarca pela terceira e última vez, ao mundo mágico de sua infância. Lá ela precisa ajudar o Chapeleiro Maluco a encontrar seus pais, mas para isso precisa voltar ao passado, entender um pouco todas as coisas que aconteceu naquele mundo quando ela não estava, e só assim saber se a família do Chapeleiro realmente estão vivos.

Pra quem é fã da história e apaixonada pelos personagens (EU \o/), o filme fica nostálgico: nossos personagens favoritos estão lá, algumas (poucas) frases do livro estão presentes, tem algumas (poucas) partes malucas, mas eu gostei do filme porque ele dá explicação sobre várias coisas do primeiro filme e do livro em si. Como o porquê o Chapeleiro Maluco e a Lebre ficarem “na hora do chá” o tempo todo até Alice criança encontrá-los, ou porque a cabeça da Rainha de Copas é tão grande.

O filme ainda traz o tempo todo a questão de gênero, por exemplo, o Tempo (melhor personagem do filme) fica assustado que alguém entrou no seu castelo, mas então quando Alice aparece na sua frente diz “Ah! É só uma menina”, ou quando Alice volta para o mundo real e se encontra internada em um hospício e o médico diz que ela é um “típico caso de histeria feminina” ou ainda quando o cara que ela deu o fora no primeiro filme diz que ela não pode ser mais capitã, mas que faria o favor de contratá-la como secretária “nós nunca contratamos uma mulher!”

Sim, o filme é todo empoderador, dessa vez Alice está como uma boa protagonista feminina, fazendo as burradas dela, mas por conta própria, tentando descobrir sozinha, como as coisas funcionam e usando as próprias armas para salvar o País das Maravilhas (que, ok, ela mesma que causou a quase destruição).

Já assistiu o filme? Gosta de Alice? Comente!

Escrito por:
Mari Bomfim

Anúncios

10 comentários em “VI NO CINEMA: Alice através do espelho de James Bobin

  1. Ainda não assisti. Estava bem mais empolgada para ver antes, quando foi anunciado, do que agora. E nem foi por causa das críticas porque nem as li. Desanimei um pouco quando descobri que a direção não é do Tim e depois dessas tretas envolvendo o Depp. Ainda não sei o que é ou não verdade nessa situação, mas fiquei meio “meh” justamente por gostar tanto da personagem. Vamos ver o que acontece…

    Curtido por 1 pessoa

  2. Ah, Mari, estou morrendo de vontade de assistir! Adoro filmes com certa “magia”, e acho os personagens muuuito lindos, justamente por serem diferentes!
    Agora mais ainda, com sua opinião sobre o filme, fiquei empolgada para ver!
    Quando assistir te conto minha opinião! 🙂
    Xero

    Curtido por 1 pessoa

  3. Vi o pessoal falando bem mal desse filme, mari!
    Algumas pessoas reclamando muito sobre como ele é uma história ‘nada a ver’ com o livro…
    De qualquer forma, sua resenha me deixou com vontade (mesmo não tendo visto o primeiro!)

    Beijos

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s