A MENINA DA AGENDA

wp-1478208338258.jpeg
Foto: Mari Bomfim

Eu era uma menina extremamente organizada, desde bem pequena (7, 8 anos) eu tinha agendas onde eu colocava minha rotina e as coisas que eu deveria ou gostaria de fazer naquele dia. Isso fez com que eu me tornasse uma pessoa mais organizada e responsável – o que foi ótimo -, mas infelizmente, também fez com que eu me tornasse uma pessoa controladora.

Não estou dizendo que a agenda me deixou controladora, veja bem, a agenda é só um objeto, estou dizendo que o fato deu ter algo que me fazia ver as coisas que eu tinha que fazer ou que eu deixei de cumprir, me deixou controladora. Na verdade, a agenda é todo uma grande metáfora, porque eu simplesmente precisava achar que eu tinha o controle da minha vida.

Enfim, teve uma época que a agenda só estava me causando frustração, eu colocava uma lista imensa (às vezes nem tanto) de coisas para fazer, me enchia de expectativa e no fim do dia estava eu, deitada na minha cama, vendo que eu não tinha feito NADA! E isso começou a me fazer muito mal. Então, joguei fora todas as minhas agendas e comecei a seguir o fluxo. Sem agendas!

Isso fez bem pra mim na época, foi um tratamento de choque, sabe, mas com isso veio também a desorganização. Que foi trabalhada e hoje está bem melhor, juro! Mas ultimamente eu ando sentindo falta, não de uma agenda, mas de um caderninho onde eu possa escrever, rabiscar e organizar meus pensamentos.

Desde que vi o post da Mari Trindade sobre o Bullet Journal, fui pesquisando e vendo coisas tão lindas e achando cada vez mais esse Journal, a minha cara! Então uma das metas desse ano é fazer um Bullet Journal (“mas Mari, já estamos no meio do ano”- eu sei, mas desencanei desse negócios ‘segunda eu começo…’, ‘em janeiro eu faço’), ainda não sei muito bem como, nem quando, mas quero ir me organizando, sem neuras e sem culpa!

Aceito dicas e sugestões!

Escrito por:
Mari Bomfim

Anúncios

12 comentários em “A MENINA DA AGENDA

  1. Ei Mari! Ta certíssima. Eu também tinha várias agendas quando era mais nova e escrevia milhares de coisas para fazer.. No final, igualzinho, não fazia nada! Quando fui lendo o post, pensei exatamente nos caderninhos ou nos journals. Tenho vários caderninhos (praticamente um em cada bolsa, hehe). Eles são muito práticos e ficam cheios de ideias, planos e lembretes. Sem contar que tem uns muito fofos 😀
    http://www.maridx.com

    Curtido por 1 pessoa

  2. Super te entendo Mari, também sempre tentei ser organizadinha, anotar tudo o que eu precisava fazer durante o dia, e no fim, não fazia absolutamente nada, apenas me sentia frustrada demais… Hoje em dia, uso apenas um caderninho, para anotar as ideias hehe.
    Um beijão ❤

    Curtido por 1 pessoa

  3. Não sou muito organizada hahaha mas procuro anotar tudo que é importante no calendário do celular – não utilizo agendas por achar super antiecológico desperdiçar tanto papel e considerar que mesmo a reciclagem dele utiliza recursos naturais como água e energia. Mas como nem tudo é perfeito, eu não consigo escrever poesias em meios eletrônicos, nem ideias para contos e histórias, então, pra esses momentos carrego um caderno simples na bolsa (O meu já está indo para 2 anos de uso). Enfim, adorei seu post! Abraços!

    Curtido por 1 pessoa

  4. Pingback: TAG: Six on Six |

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s