Parar e apreciar a viagem

BEDA logo

Vivemos em um mundo que tudo é para ontem, os prazos no trabalho, as conversas com as pessoas, tudo é rápido, corrido, e muitas vezes superficial. Até nosso tempo livre se torna algo metódico e um amontoado de coisas que nunca fazemos e deixamos para depois. Não é à toa que um dos maiores males da sociedade hoje, seja a ansiedade!

Confesso que eu também sou assim, deixo tudo para a última hora, causo a maioria das minhas angustias com pensamentos acelerados sem razão nenhum. Hoje a gente não desliga nunca, além da tv e computadores, temos celulares, tabletes e cada vez mais recursos que nos deixam com muito informação, mas muitas vezes não conseguimos assimilar por falta de descanso.

Muitas vezes eu me sinto julgada se eu tiro um dia de folga, se fico dormindo até mais tarde, se fico apenas olhando para o nada, ou rolando meus dedinhos pela tela do celular sem me apegar a nada. A concorrência na minha geração é grande! As pessoas conquistam tudo aos vinte e poucos anos… aí fica aquela sensação embutida na nossa consciência que não somos bons, fortes ou dedicados o bastante, por que o fulano tem uma empresa de sucesso antes dos 30, porque a ciclana mora sozinha desde os 18… na maioria das vezes, sou julgada por mim mesma.

Eu sei que as comparações são injustas, aquelas pessoas que conseguiram tudo isso fizeram por merecer e ponto, mas tá, eu não consegui isso, e agora? Vou sentar e chorar imaginando uma vida diferente onde eu teria magicamente uma mente mais empreendedora [ou pior, mentir no Instagram e Facebook para as pessoas terem inveja de mim?]

Eu não quero isso, eu quero tirar meu dia de descanso para ficar sem fazer nada, eu quero aproveitar o dia para ficar olhando minhas cachorras brincarem, ficar assistindo série /filme que eu já assisti, só para sentir aquele conforto de coisa conhecida, quero ficar deitada na cama, rindo com meu namorado, falando bobagens que não serão úteis para minha carreira profissional, mas que me farão sorrir quando eu lembrar disso depois.

Quero “pisar no freio”, “curtir a paisagem”, “viver o momento”, e qualquer dessas frases clichês que as pessoas dizem quando já estamos estressados, mas que ninguém espera realmente que a pessoa faça, porque ela tem que ser forte e correr atrás. Eu sei lá pra onde eu tenho que correr! Que adianta chegar lá [seja lá onde isso for] sozinha, triste e estressada!

Não é fácil! Tem dias que minha cabeça fervilha, que eu desanimo e quero que tudo avance bem rápido. Mas então tem aqueles momentos que são tão maravilhosos que eu quero que demore a eternidade para acabar. No Yoga se aprende a viver cada etapa da sua vida como única e inigualável. As coisas não voltam, ficam só as lembranças e quais lembranças eu quero ter?

De uma pessoa que viveu a vida inteira correndo, se estressando e fazendo a “tadinha de mim”, ou uma pessoa que passou sim por perrengues e coisas chatas, mas que riu de si mesma e aprendeu a viver da melhor maneira possível! Existirão dias nublados e tempestuosos, sim! Mas isso é um modo de me mostrar que as coisas não estão legais e algo precisa ser mudado.

‘Alegrai-vos porque em toda parte é aqui e tudo é agora.’
(Ditado Budista)

Escrito por:
Mari Bomfim

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s