1 de 2017 – Livro: Lugar Nenhum de Neil Gaiman

20170127_164110.jpg

Para começar o meu ano literário, estou tentando ler os livros que eu comprei ou ganhei e estão aqui na estante me pressionando para serem lidos. Eram nove, agora oito!

O ano passado eu já havia lido Coraline de Neil Gaiman e achei fantástico. Esse autor utiliza seus livros [pelo menos nos dois que eu li] para trazer para o mundo adulto a fantasia e o universo mágico como um todo. Pra quem, como eu, cresceu lendo e assistindo o universo Harry Potter, acredito que seja uma ótima opção.

20170127_164310.jpg
Folha de rosto tem uma vibe Coraline

Em “Lugar Nenhum”, Gaiman traz à tona a diferença social e a invisibilidade que uma condição social inferior traz. Faz a gente pensar, de forma sonhadora, que talvez existam submundos, ou seja, que em todas as grandes cidades, onde há mais diferença social, exista um mundo subterrâneo, mágico e atemporal para que os excluídos possam viver.

20170127_164509.jpg

20170127_164225.jpg

Tem um momento, quando o protagonista, está passando por uma grande provação, seu colega de trabalho o faz acreditar que talvez, tudo isso não passe de um surto psicótico, que talvez todas essas coisas que ele viveu tenha sido causada pelo estresse e tudo não passou de um devaneio. Nesse trecho você fica incomodada, porque na “vida real” é exatamente o que a gente pensaria se alguém dissesse que vive no submundo a procura de um anjo caído que destruiu Atlântida, não é mesmo?

Lugar Nenhum, se passa em Londres, mais precisamente nos trilhos do metrô onde esse mundo fantasioso e incrivelmente real coexiste com o nosso mundo, sem que a gente perceba. Te faz olhar nos becos, pensar nas pessoas que moram na rua e em como seria bom se existisse uma Londres debaixo real, para acolher essas pessoas.

20170127_164355.jpg
mapa do metrô de Londres
20170127_164436.jpg
Contra-capa

Gostei muito do livro e quero ler mais Neil Gaiman, me indicam algum?

Escrito por:
Mari Bomfim

Anúncios

5 comentários em “1 de 2017 – Livro: Lugar Nenhum de Neil Gaiman

  1. Eu tenho um livro dele, mas ainda não li… não apareceu o momento ainda. Meu primeiro livro de 2017 foi ‘quatro vidas de um cachorro’. E agora estou a ler ‘diário intimo’ de Henri Frederic Amiel, mas é uma dessas leituras que irão durar o ano inteiro porque, além de não ter pressa, é um diário e gosto de ler uma página por dia. O que me permitirá outras leituras também. bacio

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s